Pages

7.6.10

Desistir

    Olho para tudo isso e quer saber? Eu não estou satisfeita. Eu não consigo estar satisfeita com o jeito que as coisas vão indo. O que eu preciso? Tirar notas melhores na faculdade? Amigos mais leais? Um telefonema dizendo “eu me importo”? Encontrar alguém que não seja mais um no meio de um monte de gente que não faz a diferença para mim?
    O que é essa coisa que eu espero tanto?
    As semanas passam, o mês já se foi, estamos no meio do ano. E daí? Como vai a vida? Um saco, um saco. Eu quero explodir a qualquer momento com um final dramático de um grande “foda-se”, cansei de tentar por esse mundo que me atropela sem nem olhar pra trás.
    Pronto. Desisti. Tá satisfeito?
    Mundo idiota, imbecil. Cadê essa porra desse universo pra me mandar alguma coisa da lista que eu pedi pra ele? É uma luta injusta, eu contra o mundo. As coisas simplesmente se repetem com indiferença, continue se quiser. E eu continuo acreditando que uma hora muda, mas e se não mudar? São só folhas caindo de um calendário sem nenhuma data importante para comemorar.
    Poemas, músicas, imagens, fotografias, momentos, toda essa multimídia que eu ando guardando há meses se misturam no peito. Um sinal de que uma coisa grande está por vir.
    Enquanto espero é uma dose de angústia e outra de frustração, no final das contas eu não sei o que é desistir por mais do que uma semana. E porque todo mundo sempre espera pelo final feliz.

2 comentários:

thiagoqt disse...

Só uma coisa a dizer, Don't care too much!
Não vale a pena e nem é preciso.

regis disse...

"A vida vale a pena para a alma que não é pequena" Pessoa sabia do que dizia e sua alma rafaela é imensa... fique bem... e continue escrevendo