Pages

22.2.08

Sonhando acordada

É a janela desse quarto iluminado, que mostra nada do outro lado

O breu da noite, a lua que não mostra seu perfil em minha visão

A beleza do mundo no balanço de uma rede de dormir

Se eu fechasse a janela o espaço diminuiria

Mas o mundo se expande em minha cabeça

A vida nasce de novo e se renova e vive a cada instante

Os meus olhos cansados querendo se entregar ao sono

Ou sonhar acordado iluminado em uma noite escura

Que tantos outros sonhadores sentem ou vêem

O que as suas janelas diriam ou a lua que ri de tudo

As estrelas são as crianças do universo

Elas brincam e soltam gargalhadas como guizos no infinito

Meu sonho se perde no espaço voando longe

E uma teia de sonhos vai se formando

Todos os sonhos do mundo se unem numa colcha de estrelas

E eu vôo com meus pensamentos ao vento que sopra

Não se sabe de onde vem, nem o ouso perguntar

A vida é deixar levar pelo vento

Velejar nas torrentes e desaguar no amor

E mergulhar como se nunca fosse buscar o ar novamente


Rafaela Giroto

2 comentários:

juniordinis disse...

bebe meuu !
tudo muito lindo ;)
amo amo =*

Peace And Love disse...

Rafa!! :)

Nao abandona nao!
ta muito bom os textinhos
:P

bjin